change language
você está em: home - news newsletterlink

Support the Community

  
20 Julho 2016

As religiões do mundo voltam em Assis, para dar voz à sede de paz dos povos

O Encontro Internacional pela Paz terá lugar de 18 a 20 de Setembro, 30 anos depois da histórica oração desejada por João Paulo II

 
versão para impressão

Serão três dias dedicados ao diálogo e ao viver juntos, trinta anos após a histórica oração das religiões do mundo pela Paz, convocada pelo Papa João Paulo II, em 1986: Sede de Paz," porque o mundo, hoje mais do que nunca, precisa dela. É o título do encontro internacional a ser realizado em Assis de 18 a 20 de Setembro, organizado pela Comunidade de Sant'Egidio, a Diocese de Assis e as Famílias Franciscanas. Num momento difícil da história pelas ameaças representadas pela violência generalizada, o terror e as guerras em curso no Oriente Médio e África, centenas de líderes religiosos de todos os continentes encontrar-se-ão na cidade de São Francisco, juntamente com representantes do mundo da cultura e das instituições e acompanhados por uma participação popular a partir de várias cidades italianas e europeias.

Lançando "Sede de Paz. Religiões e culturas em diálogo", em Perúgia, esta manhã, o Presidente da Comunidade de Sant'Egidio, Marco Impagliazzo, falou de "um encontro necessário" especialmente hoje: "Há uma grande sede de paz que surge dos pobres, das vítimas do terrorismo e das guerras em curso em muitas partes do mundo. Nós queremos ser a voz deles. Não iremos a Assis apenas para lembrar o trigésimo da grande oração desejada por João Paulo II, mas para celebrar um novo evento com todos aqueles que nos últimos anos se encaminharam connosco para construir a paz. Será um convergir de altíssimas personalidades religiosas e institucionais: para manifestar a todos que as religiões não são indiferentes a este grito que sobe dos povos, para se distanciar dos pregadores do ódio, trabalhando em prol da integração que é a chave para a defesa das nossas sociedades da violência".

O encontro internacional está a receberdia após dia novas adesões de povoi: em muitos - conforme â previsão dos organizadores - chegarão a Assis para participar dos momentos de assembleia plenária e dezenas de mesas redondas organizadas em diferentes partes da cidade da Úmbria. Há também inúmeras personalidades de alto nível que irão participar, de momento já são mais de 400, mas outras, quer religiosas quer institucionais, acrescentar-se-ão nas próximas semanas. Na inauguração, na tarde de 18 de Setembro, estarão presentes entre outros, o Patriarca de Constantinopla, Bartolomeu I, e o filósofo Zygmunt Bauman. Inúmeras as autoridades religiosas, incluindo cardeais, patriarcas das Igrejas Orientais, o primaz da Igreja da Inglaterra Justin Welby, judeus da Europa e de Israel, muçulmanos (incluindo o reitor da Universidade de Al-Azhar, Abd Al-Hay Azab),budistas e membros de outras religiões asiáticas, juntamente com representantes de instituições (para a Itália os ministros Orlando e Giannini) e do mundo da cultura de todos os continentes e das áreas atravessadas por conflitos como a Síria ou a Nigéria.

O bispo de Assis, Domenico Sorrentino, ressaltou a importância do evento: "Temos de colocar juntos, na mesma mesa, as diferentes religiões: perante o fanatismo que chega a usar o terror, é necessário dialogar e rezar para que nasça algo novo no coração do homem. O espírito de Assis é isto: um grande desafio e nós temos a alegria de receber, como diocese, este encontro internacional".

Na conferência de imprensa em que foi lançado "Sede de Paz" também tomou a palavra a Presidente da Câmara Municipal de Assis, Stefania Proietti: “A nossa é uma cidade preciosa, cheia de tesouros como as memórias de São Francisco e de Santa Clara. Um destes tesouros é também o espírito de Assis que nos é dado para que o guardemos. Estamos a enfrentar com uma situação económica difícil a nível mundial, perante um terror cego. Mas não paramos: Assis propõe-se como o farol de um novo humanismo contra a globalização da indiferença".

A partir de hoje até 18 de Setembro será lançada uma campanha em favor da paz e do viver juntos: apelos, assembleias preparatórias e iniciativas do baixo para apoiar o encontro internacional.


 LEIA TAMBÉM
• NOTÍCIA
25 Janeiro 2018
ROMA, ITÁLIA

República Centro-Africana, o Presidente Touadera em Sant'Egidio: o processo de paz continua, agora começa a nova fase de desarmamento

IT | ES | DE | FR | PT | CA | ID
24 Outubro 2011

O Espírito de Assis: 25 anos de Oração pela Paz

IT | EN | ES | DE | FR | PT | CA | NL | RU
todas as notícias
• DIVULGAÇÃO
26 Fevereiro 2018
Roma sette

Congo e Sud Sudan, Gnavi: «La liberazione ha il nome di Gesù»

23 Fevereiro 2018
Domradio.de

"Wir können Frieden organisieren wie andere den Krieg"

22 Fevereiro 2018
Famiglia Cristiana

La preghiera sia un urlo contro le guerre

21 Fevereiro 2018
Vatican Insider

Sant’Egidio si unisce alla Giornata di digiuno per Congo e Sud Sudan indetta dal Papa

21 Fevereiro 2018
SIR

Giornata preghiera e digiuno: Comunità di Sant’Egidio, adesione all’invito del Papa. Veglia nella basilica di Santa Maria in Trastevere a Roma e in molte città italiane

7 Fevereiro 2018
Vaticannews

“Fare pace”: la diplomazia della speranza cristiana di Sant’Egidio

todos os press releases
• EVENTOS
25 Janeiro 2018

Ökumenischer Gottesdienst in der Gebetswoche für die Einheit der Christen

TODAS AS REUNIÕES DE ORAÇÃO PELA PAZ
• DOCUMENTOS

''Entente de Sant'Egidio'': Political Agreement for Peace in the Central African Republic

Comunità di Sant'Egidio

Programme of Assisi 2016 - Thirst for peace - ENGLISH

Libya: The humanitarian agreement for the region of Fezzan, signed at Sant'Egidio on June 16th 2016 (Arabic text)

todos os documentos