change language
nyní se nacházíte v: home - pŘehled tisku newsletterkontaktlink

Support the Community

  
17 Únor 2011

Prisão, Interesse humano, Sociedade

 
verze pro tisk

Maputo, 16 fev (Lusa) – A Comunidade de Sant’Egidio vai dar formação este ano a 330 presos no norte de Moçambique, em atividades como carpintaria, olaria ou serralharia, no âmbito do programa “Direitos Humanos dos Reclusos”.
O projeto começou em 2009 nas prisões de Lichinga e Cuamba, província de Niassa, norte, e desde então já formou 394 reclusos, disse hoje à Lusa Paola Rolleta, oficial de comunicação da Comunidade de Sant’Egidio em Moçambique.
O objetivo, segundo a Comunidade de Sant’Egidio, é “munir estes indivíduos de conhecimentos e capacidades para quando estiverem em liberdade poderem desenvolver atividades rentáveis e não voltar a cair no mundo do crime”.
Assim, “voltar à liberdade terá um sentido mais pleno”, salienta a Comunidade, movimento laico que nasceu em Roma, em 1968, e que tem estado a desenvolver em Moçambique, desde há muitos anos, vários programas de apoio, nomeadamente nas cadeias.
Os reclusos são escolhidos pelas autoridades prisionais, sendo que o critério primário é que já tenham sido condenados, e durante três meses podem receber formação nas áreas de carpintaria, serralharia, latoaria, olaria ou costura (como alfaiates).
“Tenta-se abraçar o maior número possível de detidos e adequar os cursos às possibilidades de cada detido”, explicou Paola Rolleta.
Só no ano passado, o projeto abrangeu 264 reclusos, 95 em Lichinga e 169 em Cuamba, que receberam os certificados de formação há cerca de uma semana.
Inserido num projeto mais amplo de acompanhamento dos detidos que a comunidade tem vindo a implementar nas prisões moçambicanas, “Direitos Humanos dos Reclusos” está atualmente a dar formação a 120 presos, entre os quais “quatro mulheres em Lichinga e três em Cuamba, que fazem cursos de corte e costura”, acrescentou.
E este ano, a formação vai estender-se também às prisões de Mieze, em Cabo Delgado, e Angoche, em Nampula (ambas no norte), com 140 e 70 detidos, respetivamente.
“Direitos Humanos dos reclusos” está a ser realizado em colaboração com a Direção Nacional moçambicana das Prisões, e financiado pela Embaixada da Holanda em Moçambique.

 


 PŘEČTĚTE SI TAKÉ
• ZPRÁVY
27 Duben 2010

Mozambik: pokračuje program „Lidská práva vězněných“, jehož součástí jsou kurzy, v nichž se vězni mohou vyučit určitému řemeslu (v oboru tesař, pekař, keramik či obuvník). Tyto dovednosti jim po propuštění z vězení dávají š

IT | EN | ES | DE | FR | PT | CA | NL | ID | CS
24 Duben 2010

Komunita Sant Egidio uspořádala slavnost v psychiatrické léčebně v Averse (Itálie).

IT | EN | ES | FR | PT | CA | CS
15 Duben 2010

Mbeya (Tanzanie): Komunita zde dochází do věznice pro mladistvé a otevírá tak cestu k propuštění a usmíření.

IT | EN | ES | FR | PT | CA | NL | ID | CS
všechny novinky
• ZPRÁVA
19 Únor 2018
FarodiRoma

I 50 anni di Sant’Egidio. Intervista a Chiara Turrini, impegnata in Mozambico

10 Únor 2018
SIR

50° Sant’Egidio: Gentiloni (presidente del Consiglio), “dalla condizione dei più deboli si misura il benessere autentico di una società”

2 Leden 2018
Il Messaggero - ed. Civitavecchia

La comunità di Sant'Egidio offre il pranzo ai detenuti

29 Prosinec 2017
La Stampa

Sant’Egidio e il pranzo della serenità nel carcere

29 Prosinec 2017
Avvenire

Kenya, Natale in cella. Adesso arriva l'acqua

24 Listopad 2017
La Repubblica - Ed. Firenze

Fuori dal carcere: la guida per orientarsi in città

všechny tiskové zprávy
• UDÁLOSTI
6 Listopad 2017 | MAPUTO, MOZAMBIK

Celebrare la memoria guardando al futuro. Con mons. Matteo Zuppi

VŠECHNA SETKÁNÍ MODLITEB ZA MÍR
• DOKUMENTY
Comunità di Sant'Egidio

ALCUNI NUMERI DELLA SOLIDARIETA’ NEL 2012 DALLA COMUNITA’ DI SANT’EGIDIO

Comunità di Sant'Egidio

Le carceri in Italia:tra riforma, sovraffollamento e problemi di bilancio. Analisi e proposte delle Comunità di Sant'Egidio

Comunità di Sant'Egidio

Mai così tanti in carcere nella storia dell’Italia Repubblicana

Comunità di Sant'Egidio

CALANO I REATI, MA CRESCONO GLI ARRESTI E LE DETENZIONI

Piero Bestaggini

Progetto AIDS in Mozambico: un programma per il rafforzamento generale della sanità e per la lotta all'AIDS. Relazione di Piero Bestaggini

všechny dokumenty

FOTO

166 návštěvy

281 návštěvy

168 návštěvy

302 návštěvy

181 návštěvy
všechny související média